Literatura   e    Gramática
  

Top30 Brasil - Vote neste site!
Top30, os melhores da Internet.

 

Este site foi atualizado em 03/05/06

 

  Você é nosso visitante no                                                     Livraria Cultura

 

  SERVIÇOS

   

Autores Brasileiros

Autores Portugueses

Biblioteca

Biografias

Curiosidades

Dicas de Gramática

Dicas de Redação

Dúvidas Comuns

Exercícios

Leitura Obrigatória

Leitura Sugerida

Links

Obras da FUVEST

Obras da UNICAMP

Outras Obras

Períodos Literários

Relação de Universidades

Resumos

Tarefa

Textos Críticos

Textos Jurídicos

 

  Associação Parceria Contra Drogas

   

 Acesso Direto

   

Álvares de Azevedo

Carlos Drummond

Clarice Lispector

Eça de Queirós

Graciliano Ramos

Gregório de Matos

Guimarães Rosa

Fernando Pessoa

João Cabral

Jorge Amado

José de Alencar

Luís de Camões

Machado de Assis

Manuel Antônio de Almeida

Manuel Bandeira

Mário de Andrade

 

 


 

  Site elaborado por

   Lu Cunha

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

 

O PRIMO BASÍLIO

                    

Eça de Queirós

 

Derivação de Madame Bovary.

Análise dos mecanismos do casamento.

Análise de tipos e costumes.

Crítica implacável.

Quadro familiar tedioso .

Narrador onisciente - foco narrativo = terceira pessoa - irônico e crítico.

Meio influencia.

Bisbilhotice da vizinhança.

Descrições de interiores.

Visão pessimista da sociedade .

Declínio moral.

Paraíso = ironia à idealização romântica .

Adultério motivado pelo ócio e fuga à mediocridade da vida burguesa.

Luísa = vítima do sistema social.

Episódio doméstico.

Realidade cotidiana bem observada.

Amor ilegítimo.

                      ENREDO

  Luísa namorara   Basílio que, ao passar por uma crise econômica,foge para o Brasil.

   Jorge casa-se com Luísa que leva uma vida vazia e sonhadora.

  Tia Virgínia morre e deixa sua herança para o sobrinho Jorge.

                 empregada = Juliana - herança - tripa velha, isca seca, saca-rolhas

                                            orgulho - pés pequenos

                                             egoísta, odeia patroas; Juliana X Luísa

   Juliana, que trabalhava para Virgínia, é empregada por Jorge.

   São comuns as  cavaqueiras na casa de Jorge.

   Julião Zuzarte , parente afastado de Jorge,  é médico pobre, amargo, que sonha com cargo público.

  D Felicidade Noronha é uma   beata parva  de 50 anos, apaixonada pelo  Cons. Acácio.

   Cons. Acácio é representante do  formalismo oficial, solene, ares superiores, frases feitas, protótipo da falsa cultura.

   Sebastião é amigo de Jorge e Luísa, conservador e bom.

  Ernestinho Ledesma é um escritor de aparência romântica, de literatura acéfala, autor de Honra e Paixão, drama em que uma mulher casada  envolve-se com o   Conde de Monte Redondo para saldar  a dívida de jogo do marido.

   Jorge é favorável à morte da adúltera da peça de Ernestinho.

   Jorge viaja a serviço.

   Basílio chega a Portugal criticando os portugueses atrasados.

   Basílio é  inconseqüente, cínico conquistador, D. Juan hipócrita, que visita Luísa interessado em aventura.

   Juliana desconfia das visitas.

   Basílio diz ter deixado Paris por Luísa.

   Vizinhança suspeita.

   Nova visita de Basílio que  diz a Luísa que vai partir.

  Luísa, em meio a beijos e abraços com  Basílio , perde a presilha. Juliana encontra e amanhece prestativa.

   Luísa e Basílio passa a se encontrar no “Paraíso”.

   Juliana encontra cartas de Luísa e Basílio.

   Luísa se atrasa a um encontro e  Basílio não espera por ela.

   Ao voltar para casa, Luísa briga com Juliana –e a demite.

   Juliana revela a posse das cartas e Luísa desmaia.

  Luísa pensa em fugir com Basílio que  recusa a idéia dizendo que dará o dinheiro.

   Basílio parte.

  Luísa presenteia Juliana e escreve a Basílio pedindo ajuda. Ele não responde.

   Jorge volta da viagem.

   Juliana desmaia e Jorge quer demiti-la pois teme que morra na casa.

   Leopoldina arruma encontro de Luísa  com o banqueiro  Castro a fim de obter o dinheiro para o pagamento da chantagem.

   Jorge surpreende Juliana deitada enquanto   Luísa trabalhava.

   Juliana se atrasa para o jantar  e Jorge demite- ª

   Juliana discute com Luísa e xinga- a .

    Joana, a cozinheira, soca Juliana.

  Luísa pede ajuda a Sebastião que, acompanhado por um policial aposentado, recupera as cartas.

   Juliana irrita-se, tem um ataque e morre. Ninguém  a vela.

   Luísa queima as cartas e adoece.

   Chega uma carta de  Basílio e Jorge lê, descobrindo o adultério da esposa.

   Luísa melhora e Jorge mostra-lhe a carta de Basílio.

   Luísa tem uma  recaída e morre.

   Jorge  muda de residência.

   Basílio volta, procura Luísa e  lamenta não ter mulher disponível em Portugal.

 

    

                                         HOME

 

 

DESTAQUES DOS RESUMOS

VIDAS SECAS

LIRA DOS VINTE ANOS

MACUNAÍMA

MEMÓRIAS PÓSTUMAS

O GUARANI

O PRIMO BASÍLIO

PRIMEIRAS ESTÓRIAS

OS LUSÍADAS

LIBERTINAGEM

ALGUMA POESIA

A HORA DA ESTRELA

A ILUSTRE CASA DE RAMIRES

FOGO MORTO

DOM CASMURRO 

FERNANDO PESSOA

.CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

JORGE AMADO

PRÊMIOS DO SITE

             

PORTUGAL E  O MUNDO

 
TSF Notícias SAPO.pt 
 Portugal vai pedir à UE alargamento de inquérito
border=0
 Preços fecham a subir depois de mínimo de duas semanas
border=0
 No último dia, Catalina alerta para fragilidade das vítimas
border=0
 «F» de França e o futuro da UE
border=0
 Annan garante investigar escândalo do programa

              

SAIBA MAIS

 Grande Sertão: Veredas

                  

 

APOIOS